Descubra como funciona um escape games

Rate this post

Você sabe como funciona um escape games? Bom, se você gosta de solucionar enigmas e de jogos digitais, certamente já gastou algumas horas em frente ao computador em games como Where in the world is Carmen Sandiego, Indiana Jones and the Fate of Atlantis, Full Throttle e Monkey Island. 

Embora com histórias muito diferentes entre si, eles guardam uma semelhança compartilhada com dezenas de outros jogos do gênero “point and click”, que se popularizaram nas décadas de 1990 e 2000: o uso de objetos e pistas do cenário para resolver um problema. 

Um subgênero importante é o “Escape the room” (escape da sala), com um cenário fechado, sem interação direta com outros personagens, apenas o que está à disposição dentro de uma sala da qual não se consegue sair — pelo menos não até que o mistério seja resolvido. Crimsom room foi, provavelmente, o jogo mais famoso dessa categoria. 

A novidade é que — ao contrário do que geralmente acontece — a realidade virtual está se espalhando pelo mundo concreto e os jogos de escape (ou escape games, como são mais conhecidos) já são o passatempo favorito de muita gente. Para saber mais sobre como funciona um escape games, continue conosco.

O que é?

Um grupo de pessoas adentra uma sala. O cronômetro começa a girar. Eles têm uma missão e exatamente 60 minutos para descobrir a resposta e sair vitoriosos. Conhecimentos gerais, intuição, fórmulas químicas, análise de documentos, trabalho em equipe, raciocínio lógico, observação atenta — você nunca sabe qual ferramenta vai ser a mais importante, mas é melhor ter todas elas bem afiadas. Tudo depende de você!

Muito bem planejados e construídos, os escape games da vida real muitas vezes não terminam com a solução, mas com o fim do tempo. É um desafio de verdade!

De onde vem?

A ideia surgiu em Kyoto, no Japão, diretamente inspirada em um jogo de Escape the room, em 2007. O protótipo deu certo e se espalhou pela Ásia e pela Europa. Em 2012, já inaugurava a primeira sala nos Estados Unidos. Uma década depois do seu lançamento, os escape games estão presentes em 50 países.

No Brasil, eles começaram em São Paulo, no ano de 2015, e hoje são mais de 25 salas temáticas de diferentes marcas. Um estabelecimento pode oferecer diversas opções de desafios, com salas e motes completamente distintos, como investigação policial, arqueologia, mistérios de família, sobrenatural, referências a filmes e jogos famosos e o que mais a imaginação permitir.

Quem joga?

Se pensarmos em como funciona um escape games, ele não exige nenhum preparo físico e, a princípio, pode ser jogado por qualquer pessoa disposta a um bom desafio mental. No entanto, é comum que os jogos incluam referências a violência, assassinato e sexo de uma forma bastante realista e, por isso, a classificação etária geralmente é de 18 anos. 

A contagem regressiva de tempo pode causar uma grande euforia — que é, inclusive, uma sensação procurada pelos participantes. É aconselhável que pessoas cardíacas, com síndrome do pânico e claustrofóbicas se preparem psicologicamente antes de se submeter a essa situação. Vale lembrar, porém, que é apenas ficção: caso queiram, os jogadores podem encerrar a partida antes do final do prazo — isso significa, apenas, que perderam o jogo.

Variando entre 4 e 8 jogadores por uma partida, é comum ver grupos de amigos se reunindo para tentar desvendar mais uma sala, um tipo de experiência que ajuda a fortalecer laços e servirá como história de momentos emocionantes para o resto da vida. Agora já existem, também, salas duplicadas, onde duas equipes disputam a resolução do mesmo mistério em tempo menor que a adversária. É muita adrenalina para uma sala só!

Entendeu como funciona um escape games? O que você acha dessa proposta? Deixe um comentário com a sua opinião!

http://blog.tremeterra.com.br/2018/03/13/descubra-como-funciona-um-escape-games/
[wpdevart_facebook_comment curent_url="" order_type="social" title_text="Deixe seu comentário" width="100%" title_text_font_famely="Antonio" animation_effect="random" count_of_comments="3" title_text_font_size="22" ]