Descubra quais são os efeitos da adrenalina em nosso corpo

Coração acelerado, suor escorrendo, musculatura tensa e uma sensação de euforia que domina o corpo. É hora de enfrentar um medo, desafiar os limites, fazer algo radical.

Essas sensações que acompanham os esportes radicais e também estão presentes em outros momentos de medo e risco são, na verdade, efeitos da adrenalina no nosso corpo.

No nosso post vamos falar sobre esse hormônio, o que é, quais os seus efeitos e muito mais. Confira!

O que é adrenalina?

A adrenalina é um hormônio neurotransmissor produzido por glândulas situadas acima dos rins e que são denominadas glândulas suprarrenais ou adrenais.

Esse hormônio, que também é conhecido como epinefrina, é liberado na corrente sanguínea após o estímulo de terminações nervosas e tem a função de provocar um estado de alerta no nosso corpo, parando-o para atividades físicas e situações de perigo.

Com isso, a adrenalina pode ser considerada como o hormônio que atua no nosso organismo diante de situações de estresse.

Porém, diferentemente do que muitas pessoas imaginam, esse estado de alerta não acontece somente mediante situações de perigo extremo, medo ou esportes radicais. Situações de cansaço físico, nervosismo, alterações na glicemia, jejuns prolongados e outros também podem estimular a produção desse hormônio.

Quais os efeitos da adrenalina no nosso corpo?

Como dito, diante de determinadas situações de estresse, há um estímulo de terminações nervosas que provoca a produção e a liberação de adrenalina na corrente sanguínea.

Quando isso acontece, nosso organismo aumenta a taxa de fornecimento de oxigênio e de glicose para o cérebro e músculos e desacelera em processos que não são urgentes naquele momento, como o de digestão.

Além disso, há uma dilatação dos vasos sanguíneos para que os pulmões possam receber mais oxigênio e para que os músculos sejam irrigados de forma eficiente. Nosso pensamento fica mais rápido e nossa visão se torna mais clara.

A adrenalina ajuda na secreção de hormônios, como glucagon, gastrina e insulina, aumenta a concentração de glicose no sangue e participa no processo de degradação de alguns óleos presentes no tecido adiposo.

Os processos fisiológicos comandados pela adrenalina aumentam o desempenho do nosso organismo, ou seja, nos preparam para situações em que um esforço será necessário para vencer perigos externos, como uma fuga, ou internos, como uma queda brusca de glicemia.

Com isso, notamos alguns efeitos no nosso corpo:

  • as pupilas sofrem dilatação para que a percepção visual possa ser aguçada;
  • os músculos ficam mais tensos para reagir em situações de emergência;
  • a respiração se torna mais rápida para aumentar a taxa de oxigênio disponível;
  • o coração dispara para melhorar o fluxo sanguíneo nos órgãos vitais;
  • a transpiração se torna mais intensa para que o corpo consiga manter a temperatura corporal baixa.

Qual a relação da adrenalina com os esportes radicais?

Agora que você já sabe o que é a adrenalina e quais os efeitos desse hormônio, não é difícil entender por que ela está associada com a prática de esportes radicais e esportes de aventura, não é mesmo?

Para o nosso corpo, esses esportes representam riscos reais e, por isso, ele responde da mesma forma que responderia a outros casos de perigo, mesmo que você tenha optado por vivenciar aquele momento de forma consciente.

Antes e durante a prática de esportes radicais — como um salto de paraquedas — nosso organismo detecta um risco potencial. Assim, envia sinais para que a adrenalina seja liberada e todos os mecanismos de proteção sejam ativados.

O misto de coração acelerado, suor, capacidade de visão aumentada e todos os outros efeitos da adrenalina acontecem para que seu metabolismo se mantenha elevado e você possa reagir ao perigo de forma segura.

Porém, esse conjunto de sensações também se torna um estimulante natural e faz com que os praticantes de esportes radicais associem a sensação de euforia e prazer com os riscos dos esportes.

Os efeitos da adrenalina no nosso corpo são diversos e se esse hormônio for liberado no nosso corpo de forma equilibrada, pode trazer prazer e, até mesmo, benefícios para nossa saúde.

E se você ficou interessado nas sensações causadas por esse hormônio, não deixe de conferir o nosso post sobre a sensação de saltar de paraquedas.

Rate this post
http://blog.tremeterra.com.br/2018/03/28/descubra-quais-sao-os-efeitos-da-adrenalina-em-nosso-corpo/
Deixe seu comentário